TV ONLINE EM PORTUGUÊS
TRANSMISSÃO DE CONTEÚDOS CRISTÃOS E GENERALISTAS

Chat Online

Sánchez apresenta programa de Governo para ser investido esta semana

Para ser investido, Sánchez necessita dos 123 votos do PSOE (Partido Socialista Espanhol), dos 42 votos do Unidos Podemos e de outros pequenos partidos regionais.

Sánchez apresenta programa de Governo para ser investido esta semana
O primeiro-ministro socialista espanhol, Pedro Sánchez, começou a apresentar o programa de Governo que espera formar com o Unidas Podemos (extrema-esquerda), apesar de ainda não haver um acordo fechado entre as duas partes.
Quase três meses depois das legislativas de 28 de abril de 2019, socialistas e extrema-esquerda só começaram de forma decisiva na sexta-feira a negociar um Governo de coligação.

Se as conversações de última hora que ainda estão a decorrer forem bem-sucedidas, Espanha terá pela primeira vez um Governo de coligação e também pela primeira vez a extrema-esquerda fará parte de um executivo.

Desde a transição democrática, em 1978, que a Espanha é governada de forma alternada pelo PSOE ou pelo PP (Partido Popular, direita).

Os partidos de direita, Partido Popular (PP), Cidadãos (liberais) e Vox (radicais), já disseram que vão votar contra, o que implica que, para ser eleito, Sánchez depende do acordo com a extrema-esquerda que está a ser negociado.

A ERC (Esquerda Republicana da Catalunha, independentista), o PNV (Partido Nacionalista Basco) e o Compromís (nacionalistas valencianos) já indicaram não se opor à formação de um Governo socialista.

Deixe o seu Comentário

    Ainda ninguém adicionou um comentário.
    Preencha o formulário acima e seja o primeiro!